BEM BRASIL
BEM BRASIL
estacio
estacio
Postado em: 20/04/2022 - 16:59 Última atualização: 22/04/2022 - 08:05
Por: Bruna Isabella Silva / Fernanda Marques – Portal Imbiara

Audiência Pública é realizada em Araxá para tratar da situação atual da BR-262

Na audiência foram apresentados os principais problemas da rodovia que serão documentados e enviado ao governo federal

Autoridades participando da Audiência Pública no Teatro Municipal de Araxá. Foto: Bruna Isabella/Portal Imbiara

Uma Audiência Pública foi realizada na tarde desta quarta-feira (20) em Araxá, para tratar sobre a atual situação em que se encontra a BR-262. Durante a audiência, foram apresentados os principais problemas da rodovia e abordadas possíveis soluções.

Na audiência estiveram compondo a mesa o chefe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Romero Gaspar, o deputado estadual Bosco (Avante) , o capitão Thiago Augusto, do Corpo de Bombeiros, o engenheiro especialista em transporte da ANTT Marcelo Alcides dos Santos, o vereador de Araxá Raphael Rios (Cidadania) e o procurador Geral do Município, Jonathan Renault.

Através de uma mobilização, se formou a Câmara Regional, que é a união de Câmaras Municipais do Centro-Oeste, Alto Paranaíba e algumas Câmaras Municipais do Triângulo Mineiro. Diversos vereadores e representantes das Câmaras estiveram presentes durante a audiência. O vereador de Bom Despacho, Vinícius Pedro, presidente da Câmara Regional, falou sobre o que é esperado com a audiência.

“O nosso intuito é formalizar um documento para que a gente possa juntos somar forças e cobrar providências dos órgãos competentes até chegar na Secretaria responsável no governo federal. Nós vamos usar dos deputados federais e fazer de tudo para que esse documento chegue ao governo”, ressaltou o vereador Vinícius Pedro.

Durante a audiência, foi apresentado que entre 2019 e 2020aconteceram 2.181 acidentes e 191 mortes na BR-262, considerando o período de pandemia da Covid-19. 

O contrato de concessão da BR-262 foi assinado em 2014 com a empresa Triunfo. O documento previa, entre outras melhorias, a duplicação da BR-262 em um prazo de cinco anos. No entanto, a concessionária duplicou cerca de 17%, cerca de 65 quilômetros que ficam entre Uberaba e Campo Florido, no Triângulo Mineiro. 

Em abril de 2021, a Triunfo Concebra solicitou a relicitação das três rodovias que administra, a BR 060, BR 153 e a BR-262, alegando desequilíbrios financeiros causados por descumprimento contratual por parte do poder público. A aprovação aconteceu após publicação em Decreto pela ANTT no dia 23 de junho do mesmo ano.

O engenheiro especialista em transporte da ANTT Marcelo Alcides explicou que a intenção da audiência é ajudar a população e esclarecer sobre essa situação com a Triunfo. “O contrato com a Triunfo está em fase de encerramento antecipado, onde o contrato era de 30 anos e vai ser encerrado nos próximos 19 meses por pedido da empresa”, afirma.

Marcelo completou afirmando que está sendo feito um estudo para abrir outra licitação para contratação de outra empresa. “O governo, juntamente com a ANTT, está fazendo esse estudo para contratar uma empresa capacitada para administrar esse importante segmento rodoviário”, diz.

Enquanto isso, a concessionária aumentou o preço do pedágio na intenção de realizar serviços ainda previstos no contrato. Segundo a empresa, nos próximos 20 meses o foco será a recuperação dos ativos, como as bases operacionais, construções de cinco passarelas, recuperação do pavimento, pois a expectativa é que a relicitação ocorra até novembro de 2023.

A Triunfo Concebra não compareceu na audiência e encaminhou uma nota através de sua Assessoria de Imprensa informando que foi avaliada a presença na sessão e que concluiu que não poderia colaborar com o debate da Audiência Pública.